Balanço do 1º Trimestre/2017

As estratégias delineadas resultaram na redução dos índices de criminalidade na região, com destaque para redução nos índices de homicídios, 21% de redução na área do 3º BPM e 35,3% de redução na cidade de Itabaiana

163

Passados 120 (cento e vinte) dias à frente do 3°Batalhão de Polícia Militar (3°BPM), Major Sidney BarbosaComandante do Batalhão do Agreste, sediado em ITABAIANA/SE, realiza uma avaliação dos resultados obtidos com o intuito de ajustar rumos e prestar contas do trabalho realizado.

No inicio do trabalho foram definidas metas de curto, médio e longo prazo para a redução dos índices de criminalidade, edificando uma estratégia de ação que se alicerça em duas premissas básicas. O aumento da ação preventiva e a fiscalização de motocicletas e ciclomotores irregulares.

Na primeira estratégia, as equipes de serviço do 3º BPM, viaturas e motocicletas do GETAM, foram utilizadas com maior intensidade nos horários e locais onde a análise criminal indicava uma maior probabilidade do cometimento de delito. Além desse posicionamento estratégico das equipes, foi estimulada uma postura operacional calcada em aumento das abordagens policiais como medida preventiva, com clara intensão de retirar de circulação armas e drogas, desmotivando com essa atitude os infratores em potencial.

A segunda estratégia foi adotada a partir da observação que a maioria dos delitos observados na cidade serrana acontecia com a utilização de motocicletas ou ciclomotores. Seja como meio utilizado para a prática do delito, seja como objeto do próprio delito. Assim, foram intensificadas as abordagens a motocicletas e ciclomotores, retirando de circulação os veículos irregulares, principalmente aqueles que não estavam devidamente cadastrados no órgão de transito e não possuíam identificação.

De forma complementar a estas estratégias foram planejadas e executadas as “Operação Sergipe Mais Seguro” e “Saturação de Áreas Críticas”, que acontecem em dias e horários nos quais a estatística indicava que o policiamento rotineiro não conseguia suportar a demanda. Então realizamos estas operações extraordinárias.

Como resultados destas estratégias delineadas foram realizadas pelo 3º BPM nesses 120 (cento e vinte) dias, 19.333 abordagens que resultaram nos seguintes números:

  • Apreensão de 21 (vinte e uma) armas de fogo;
  • Recuperação de 87 (oitenta e sete) veículos com restrição de roubo/furto;
  • Prisão de 91 (noventa e um) infratores em flagrante delito;
  • Confecção de 322 (trezentos e vinte e dois) Relatórios de Ocorrência Policial – ROP;
  • Atendimento de 2.985 (dois mil, novecentos e oitenta e cinco) chamadas da população no através do telefone 190 ou acionamento direto das equipes.

As ações adotadas foram planejadas pelo Comando do 3º BPM em consonância com as diretrizes operacionais do Comando do Policiamento do Interior e do Comando Geral da Corporação e resultaram na redução dos índices de criminalidade na região, com destaque para redução importante nos índices de homicídios (21% de redução na área do 3º BPM e 35,3% de redução na cidade de Itabaiana).

Além disso, os dados estatísticos de acompanhamento apresentam uma robusta redução nos índices de roubo (simples e majorado), roubos a motocicletas e ciclomotores e de latrocínio.

3º BPM A SERVIÇO DA SOCIEDADE

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA